NO AR

DEL FONE

WHATS DEL

(82) 9 8191.0365

Ouvir Vídeo

Jovem de 19 anos suspeito de ter assassinado o próprio tio em Pariconha, é preso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Divulgação Internet
Divulgação Internet

De acordo com informações da polícia, o suspeito, foi preso em uma residência situada nas proximidades do povoado Ouricuri.

Um homem identificado como João Paulo Teixeira Silva, suspeito de ter assassinado o próprio tio com golpes de facão na zona rural da cidade de Pariconha, foi preso na manhã desta quarta-feira, 15, em uma operação policial. O crime aconteceu em março deste ano e o suspeito estava foragido.

De acordo com informações da polícia, o suspeito, foi preso em uma residência situada nas proximidades do povoado Ouricuri.

Já havia um mandado de prisão em aberto para o mesmo. A prisão foi realizada por policiais civis da Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP) e militares do 9º Batalhão de Polícia Militar de Delmiro Gouveia.

O crime:

Uma desavença entre família terminou em tragédia em plena semana santa, o crime aconteceu na manhã desta quarta-feira, 28, por volta das 11h30min, em uma aldeia no Povoado Ouricuri no município de Pariconha no Sertão de Alagoas. A vítima trata-se de Cícero Teixeira Lima Filho, 45 anos.

Segundo informações concedidas pelo Chefe de Operações do 33º Distrito Policial de Pariconha, Zé Lobinho, a vítima teria problemas com um sobrinho identificado como João Paulo Teixeira Silva, 19 anos.

Pela manhã os dois teriam mais uma vez entrando em discurssão e João Paulo não pensou duas vezes e resolveu pegar um facão e desferir um golpe na região do pescoço do seu próprio tio. O golpe por pouco não decapitou o homem que morreu na hora.

Após o crime, João Paulo fugiu do local, as polícias foram acionadas realizaram buscas, mas o indivíduo não foi preso. O corpo foi retirado do local por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca.

O caso será investigado pelo delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, qualquer informação denuncie através do Disque Denúncia (181).

Fonte: Radar 89

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PEÇA SUA MÚSICA